Michael Sousa, Advogado

Michael Sousa

Teresina (PI)
0seguidor47seguindo
Entrar em contato

Principais áreas de atuação

Direito Penal, 12%
Direito do Consumidor, 12%
Direito Tributário, 12%
Direito Processual Penal, 12%
Outras, 52%

Comentários

(3)

Recomendações

(8)
Giuliano Andreolli Oshiro, Estudante de Direito
Giuliano Andreolli Oshiro
Comentário · há 7 meses
Inconstitucionalidade? Dignidade Humana?
Prezado, a máquina está entulhada justamente porque sempre haverão os que querem sentar na janela e dar tchauzinho.
Em casos de repercussão, especialmente os penais, há sempre aquele profissional que se habilita a surfar o tsunami. Se conseguir, entra no Guinness, se não, nas palavras do Chico Pinheiro: "é vida que segue".
No caso recente do metrô, apareceu alguém pra assistir a viúva do ambulante assassinado brutalmente com imagens e tudo mais? Não.
Direito a defesa? Sim, todos temos mas também sabemos que uma Defensoria Pública não trabalha com mesmo empenho e qualidade como de uma demanda particular. Ou seja: cumpre-se tabela.
Dignidade humana... Eu não sou digno de sair para andar de bicicleta às 23 horas... Sabe por quê? Porque assumirei o RISCO sobre qualquer ato violento que sofrer, inclusive frente a autoridade policial quando da prestação de queixa-crime. (Isso já me aconteceu)
Exemplo é o que rege o mundo animal e em especial nossa espécie desde o nascimento.
Será que tem muito brasileiro disposto a levar droga pra Indonésia ainda? Os indonésios estão errados? Eles são cruéis? Os dois brasileiros foram coitados? Se tivessem tido êxito no tráfico intentado, será que a consciência teria vindo à tona com arrependimento assim como aconteceu quando estavam na fila para fuzilamento?
Se a percepção e peso da pena realmente fizessem jus, duvido que teríamos um Judiciário atolado como temos em todas as searas.
Igor R.
Igor R.
Comentário · há 11 meses
Newton Albuquerque, Auditor-fiscal da Receita Federal
Newton Albuquerque
Comentário · há 11 meses
Sou carioca, casado com uma gaúcha, pai de outra gauchinha e morei mais de 15 anos em algumas cidades do Rio Grande do Sul.

Posso dizer que algumas regiões são extremamente pobres, como a Metade Sul. Outras são mais prósperas como a região metropolitana de Porto Alegre e a Serra Gaúcha.

Lendo o ideário do movimento, para mim não passa de um sentimento de superioridade e de desprezo em relação aos naturais dos demais estados do país. Sei também que essas ideias têm um viés preconceituoso, cujo alvo principal são os estados do Nordeste/Norte (embora isso não esteja no texto, mas todo mundo sabe).

Obviamente que a colonização europeia fez a diferença, mas as condições de clima e relevo também o fizeram, basta ver que a região dos Pampas, extremamente quente ou fria e sem atrativos naturais, não tem o mesmo volume de visitação turística típica da região da Serra, com lindas cachoeiras, cânions, etc.

Ao longo dos anos iniciais do 7 anos em que morei em uma cidade de colonização italiana/alemã no centro do estado gaúcho, ouvi certa vez, exatamente nesses termos, “que o atraso do Brasil se devia aos estados do Sul sustentarem os vagabundos do Nordeste”. Algum tempo depois, a região Noroeste do Estado foi assolada por 2 fortes secas seguidas no verão, o que causou um colapso na economia local. Como os agricultores mais pobres não dispunham de sistema de irrigação, vários ficaram à míngua. Isso serve para entender que a pobreza do Nordeste, especialmente no Polígono das Secas, deve-se, dentre outros fatores, à uma politicalha que vem de séculos no sentido de não apoiar políticas que visem tirar essas pessoas da miséria. Ninguém fica na miséria, passando fome, sede e privações porque quer. (continua...)

Perfis que segue

(47)
Carregando

Seguidores

Carregando

Tópicos de interesse

(36)
Carregando
Novo no Jusbrasil?
Ative gratuitamente seu perfil e junte-se a pessoas que querem entender seus direitos e deveres

Outros advogados em Teresina (PI)

Carregando

ANÚNCIO PATROCINADO

Michael Sousa

Rua 14 Nº 3715 Res. Parque Sul - Teresina (PI) - 64033-588

(086) 9950-97...Ver telefone

(086) 8843-32...Ver telefone

(086) 3216-59...Ver telefone

Entrar em contato